Você está procurando um

Consultor de planos de negócios?

Teremos prazer em conhecê-lo e entender sobre seus negócios, agende uma sessão de estratégia para sua empresa agora mesmo.

Contato Whatsapp

(48) 9 9616-1974

PAGAMENTOS INSS - INSS: pagamentos no valor do salário mínimo vigente começam a ser pagos nesta quarta-feira (25)

Publicado em 24 de janeiro de 2023
Contábeis

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começa a pagar aposentadoria, auxílios e pensões no valor do salário mínimo vigente, de R$ 1.302, a partir desta quarta-feira (25).

Como nesta quarta-feira (25) será feriado municipal na cidade de São Paulo, o pagamento começará apenas na quinta-feira (26) para beneficiários da capital paulista, de acordo com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Para as demais localidades sem feriado, segue valendo o calendário nacional, com início na quarta-feira (25) para beneficiários com Número de Identificação Social (NIS) final 1.

No total, há cerca de 37 milhões de beneficiários no país.

O INSS explica que o calendário de pagamento de 2023 é válido em todo o território nacional. No entanto, se há algum feriado municipal em que os bancos não funcionam, segue-se para o próximo dia útil, por conta do banco.

Calendário do INSS 2023

Confira o calendário de pagamento dos benefícios do INSS.

Final do NIS                                                        Data do depósito

1 25 de janeiro
2 26 de janeiro
3 27 de janeiro
4 30 de janeiro
5 31 de janeiro
6 1 de fevereiro
7 2 de fevereiro
8 3 de fevereiro
9 6 de fevereiro
0 7 de fevereiro

Lembrando que beneficiários da cidade de São Paulo com NIS final 1 receberão apenas na quinta-feira (26).

Já para quem recebe acima do salário mínimo (reajuste de até 5,93%), veja quais serão as datas de pagamento:

Final do NIS Data do depósito
1 e 6  1 de fevereiro
2 e 7 2 de fevereiro
3 e 8 3 de fevereiro
4 e 9 6 de fevereiro
5 e 0 7 de fevereiro

Os pagamento de benefícios iguais ao salário mínimo serão feitos até o dia 7 de fevereiro, cerca de 70% dos segurados.

O piso previdenciário é o valor mínimo que o INSS paga em aposentadorias, auxílios-doenças, pensões por morte, aposentadorias de aeronautas e Benefício de Prestação Continuada (BPC), devido a idosos e pessoas com deficiência de baixa renda.

Para confirmar o dia que irá receber a renda previdenciária em cada mês, o segurado deve conferir o número do seu benefício, que tem dez dígitos e aparece no seguinte formato: 999.999.999-9, e considerar o penúltimo número. Segundo o INSS, para quem recebe um benefício há algum tempo, vale a data habitual.

Aposentadorias acima do piso são pagas em fevereiro

Já os benefícios acima do piso salarial serão depositados entre os dias 1º e 7 de fevereiro, com o reajuste de 5,93%, equivalente ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) acumulado em 2022. Com o reajuste, o teto dos benefícios pagos pelo INSS é de R$ 7.507,49 em 2023.

Para quem se aposentou a partir de fevereiro de 2022, o primeiro reajuste é proporcional e varia conforme a data de início do benefício.

O prazo para saque dos benefícios com cartão vai até o final do mês seguinte (aproximadamente 60 dias) ao da liberação do valor na conta. 

Se não for sacado, o benefício volta para o INSS, e o beneficiário precisa fazer uma solicitação pelo Meu INSS para uma nova data de depósito.

Carnaval interrompe pagamentos

Em fevereiro, o INSS irá interromper o calendário de pagamentos durante o Carnaval, já que nos dias 20 e 21 de fevereiro, segunda e terça de Carnaval, as agências bancárias não abrem. 

Segundo a Febraban, as agências retomam o atendimento na Quarta-Feira de Cinzas, dia 22, depois das 12h.

O pagamento do período começa no dia 17 de fevereiro, uma sexta-feira, para quem tem o benefício com final 1 e recebe o piso. Depois, os depósitos só serão retomados no dia 23 de fevereiro, na quinta-feira após o Carnaval. As liberações mensais são concluídas no dia 7 de março. 

Beneficiários com renda superior ao piso salarial receberão o dinheiro entre os dias 1º e 7 de março.

Com informações da Folha de S. Paulo

Compartilhe nas redes sociais
Facebook Twitter Linkedin
Voltar para a listagem de notícias